Seminário Diocesano

O Seminário Diocesano Santo Antônio foi fundado por Dom Epaminondas Nunes d’Ávila e Silva, o primeiro bispo da Diocese de Taubaté em 20 de fevereiro de 1910. Havia pouco mais de dois meses da posse de Dom Epaminondas e este já se preocupou com a criação do Seminário a fim de que sua imensa Diocese pudesse ser provida de santos e bons pastores. Assim, no sobrado localizado a Avenida Tyndal (hoje Granadeiro Guimarães) pertencente a Ordem Terceira de São Francisco, foi instalado o Seminário Menor da Diocese de Taubaté dedicado à Santo Antônio. O primeiro reitor foi o revdmº Frei Bernardino de LaValle que juntamente com outros capuchinhos e dois leigos, os irmãos Euzébio e Gastão Câmara Leal, tiveram uma turma inicial de vinte e quatro rapazes. De 1912 a 1920 a reitoria do Seminário esteve com os padres diocesanos, de 1920 a 1924 a direção passou para os padres do Sagrado Coração de Jesus que vinham da Alemanha a pedido de Dom Epaminondas. Em 1924 o Monsenhor Aníbal de Melo assume a reitoria e desde então somente padres diocesanos ocupam a reitoria da casa. Hoje, o Seminário Diocesano Santo Antônio abriga os alunos do Curso de Teologia sob a reitoria do Pe. Gustavo Sampaio.

×