Seminaristas realizam atividade missionária em Tremembé

No dia 26 de outubro, aconteceu na comunidade Santo Expedito, da Paróquia São José, em Tremembé, uma atividade missionária, onde os seminaristas diocesanos de Taubaté fizeram-se presentes. Próximo a localidade da comunidade, no bairro Vale das flores, encontra-se uma área verde, onde os moradores vivem em situações precárias e sem nenhuma assistência, tornando-se visível aos que por ali passam, os sofrimentos que aqueles moradores enfrentam todos os dias.

Há pouco mais de um ano, acontece nesta comunidade semanalmente, uma Ação Social em que voluntários, juntamente com o Pároco Padre Alan Rudz, acolhem crianças e familiares desta área para um momento de recreação e de acompanhamento. Um trabalho oportuno, não apenas para a inserção dessas famílias na sociedade, visto que são ignoradas por muitos, mas também para a evangelização, uma vez que esta foi a missão deixada por Cristo à sua Igreja.

Nesta atividade missionária houve alguns momentos marcantes para aqueles que estavam presentes: primeiramente no período da manhã, como praxe, foi realizado as atividades, oficinas e brincadeiras com as crianças, e o acompanhamento com alguns familiares no espaço pertencente à comunidade. Foi notória a alegria, tanto daqueles que estavam a serviço, quanto daqueles que foram acolhidos no local para a Ação.

Posteriormente, à tarde, os seminaristas, conduzidos pelos voluntários da Ação, saíram para o encontro dessas famílias, visitando suas casas, procurando amistosamente conversar e entender a realidade em que essas pessoas se encontravam. Essas visitas favoreceram de modo significativo para o crescimento de cada um, pois eles se depararam com pessoas que, mesmo nessas situações, não haviam perdido a esperança.

Ao fim da tarde, Dom Wilson Luís, Bispo Diocesano, fez-se presente para um momento de partilha e de oração, onde foi apresentado as situações que cada um presenciou ao longo das visitas. Foi um dia muito rico para todos que participaram, uma experiência grandiosa para uma transformação no interior de cada pessoa envolvida.

Semt. José Carlos, primeiro ano de Filosofia

Fotos: Adriano Vieira

Fonte: Jornal O Lábaro edição novembro de 2019