Missão Dehoniana Juvenil aconteceu na paróquia Sagrado Coração de Jesus

Entre os dias 08 à 19 de Janeiro deste ano, aconteceu em nossa diocese na paróquia Sagrado Coração de Jesus a primeira etapa da Missão Dehoniana Juvenil, com o Tema: procuro abrigo nos corações (Ap 3, 14-27).

A Missão Dehoniana Juvenil, é um projeto voltado aos jovens, do carisma dehoniano, desenvolvido pelos Padres do Coração de Jesus. Onde cada jovem missionário realiza as missões promovendo a formação de novos grupos missionários e fazendo visitas aos doentes, assim os jovens missionários são engajados nas comunidades e ajudam a despertar a problemática social, abrindo-se a nova evangelização e anunciando o reino do Amor do coração de Jesus.

O destaque das missões esse ano de 2020, foi o envolvimento dos seminaristas diocesanos, que integraram o corpo de missionários. Foram por volta de 120 missionários entre padres, religiosos, seminaristas e leigos, que desenvolveram as atividades nas seis comunidades pertencentes a Paróquia Sagrado Coração de Jesus em Taubaté.

A missão teve em seu momento inicial o retiro preparatório para os missionários, onde foram trazidas reflexões sobre Jesus que bate a porta (Ap 3, 20), tendo como pregador Padre Eduardo Pugliesi, scj.

Na missa de envio tivemos a presença dos padres Dehonianos,dos reitores dos seminários diocesano Pe. Marcelo Henrique (filosofia) e Pe. Luiz Gustavo (Teologia), bem como a presença do coordenador diocesano de pastoral Pe Leandro Alves e de nosso Bispo diocesano Dom Wilson que trabalhou a importância da saída missionária da igreja, mostrando que a Igreja é missionária em sua essência, enviando os missionários a todas as comunidades da Paróquia.

Os Jovens missionários se depararam nas visitas com várias realidades sociais, levando um pouco da presença do Coração de Jesus e seu conforto, além de reafirmar o convite de participar da comunidade. A proposta dos dias em que os missionários viveram nas comunidades da paróquia, não foi somente com as visitas, mas cada missionário pode desfrutar um pouco do carisma Dehoniano, através da oração de reparação e adoração diária, além dos temas propostos pela coordenação da missão nos dias em que permaneceu na comunidade.

Em cada comunidade os missionáriosforam responsáveis pelo bom andamento das casas, onde os mesmos limpavam o local que estavam, cozinhavam e mantinham as ações missionárias que se tinha desenvolvido. Toda casa estava sempre a frente o coordenador da casa, que foi escolhido pela turma e o padre que acompanhava cada turma na comunidade.

Outro ponto que podemos destacar nessa missão é a presença da coordenação da MDJ, Padre Cleiton, scj e Ir. Valdemar, scj, que sempre estavam dando o suporte necessário missionário e também do Pe. Felipe pároco da paróquia Sagrado Coração de Jesus e seus vigários Pe. Moacir e Antônio que sempre estavam com os missionários em diversas partes dos dias de missão.

Os missionários também tiveram a ilustre visita do Padre Zezinho, scj que trouxe a importância da ação missionária no mundo de hoje, visando aquilo que Jesus viveu, na justiça social, citando importantes documentos sociais da Igreja, como a RerumNovarum (Papa Leão XIII), QuadragesimoAnnu (Pio XI), Populorum Progressio (Paulo VI). Terminando com o incentivo missionário a cada um de nós na configuração total a Jesus.

No sábado, penúltimo dia da missão, foi o dia de dar um retorno a comunidade, de um breve apanhado de como está a comunidade em sua realidade, mostrando um pouco das necessidades em que se encontra para o crescimento eclesial.

As realidades encontradas nas comunidades, caminham junto com as diretrizes diocesanas de pastoral que foram aprovadas na última assembleia diocesana de pastoral em 2019, sendo elas: Família, juventude e Catequese e formação. Isso afirma uma necessidade já dada pelo venerável Padre Dehon de “Ir ao Povo”.

Ao final da missão, na Matriz paroquial, todos os missionários se reuniram novamente para o encerramento das missões, tendo como celebrante da Santa Missa Pe. Ronilton Souza de Araújo,scj (Superior Provincial), que agradeceu o trabalho missionário, colocando os missionários na disposição do “Ecce Venio”, eis que venho, mostrando a importância de fazer com prazer a vontade de Deus.

Não só o povo da paróquia, mas também os missionários esperam ansiosos a segunda etapa missionária da MDJ que acontece em janeiro de 2021.

Fotos e Texto por Julius Rafael S.B. Lima – Seminarista