Partilha da Palavra – Lucas 1,57-66

Os mistérios divinos são aos poucos assinalados com a aparição das personagens que irão mais tarde construir os caminhos que nós deveremos percorrer.

O nascimento de João Batista, coloca-nos na percepção do tempo e do espaço em que a ação divina acontece.

É preciso ter claro, que o natal vai além de um “simples nascimento”, mas é também expressão do encontro das naturezas humana e divina, eis o grande espetáculo e com isso se desdobra nosso compromisso.

Se até então, estávamos mudos (como Zacarias) agora somos capazes de anunciar as maravilhas.

Que o nascimento de João Batista nos ajude a enxergar a responsabilidade de anunciar aquilo que é bom.

Pe. Kleber Rodrigues da Silva
Pároco da Paróquia São José Operário de Caçapava/SP
Coordenador do Setor de Comunicação da Diocese de Taubaté/SP

Comente