destaque-dom-couto

Fundação Dom Couto

Praça Barão do Rio Branco, 30
Centro – CEP: 12010-090 – Taubaté/SP

Telefone: (12) 3622-6448
email: contato@fundacaodomcouto.org.br

Criada em 8 de julho de 1999 por iniciativa de Dom Carmo João Rhoden, bispo diocesano de Taubaté, tinha por objetivo primeiro poder abrigar sob sua propriedade a Rádio Cultura que estava em processo de aquisição pela Diocese.  A Radio seria então adquirida com recursos da Diocese e doada à Fundação Dom Couto, esta teria além dos fins radiofônicos e televisivos um objetivo maior, ou seja, ser o braço social da Diocese de Taubaté. Junto à Fundação seriam agregados a Cáritas Diocesana, apoio às entidades beneficentes ligadas à Igreja Católica além de desenvolvimento de atividades sociais por iniciativa própria e em parceria  com a Rádio Cultura de Taubaté.

Contando com a colaboração de Dom Antonio Afonso de Miranda, bispo emérito de Taubaté,o então Padre Benedito Beni dos Santos, hoje Dom Beni, Bispo de Lorena e Mons. Irineu Batista da Silva, foi adquirida a Rádio Cultura e posteriormente transferida sua propriedade para a Fundação, agora criada e sob a presidência de Padre Hugo Bertonazzi. Passaram  pela presidência da Fundação, Cônego Amancio Calderaro Junior, Mons. José Eugenio de Faria Santos e atualmente Cônego Geraldo Carlos da Silva.

Cônego Geraldo, conhecido pelo dinamismo e espírito arrojado, tendo demonstrado toda sua força empreendedora e de liderança frente á Paróquia São José Operário na década de 80 e, por 25 anos à frente de pujante Paróquia São Vicente de Paulo em Moreira César – Pindamonhangaba, assumiu a presidência da Fundação Dom Couto e não mede esforços para concretizar projetos que parecem fervilhar em sua mente.  O jeitão mineiro de quem nasceu em Borda da Mata-MG ajuda a camuflar toda a capacidade desse notável compositor musical com diversos CDs gravados, livro escrito, produtor artístico e como gosta de ser reconhecido, um Padre amigo, perto dos pobres e de seus paroquianos.

Fundação Dom José Antonio do Couto é uma entidade sem fins econômico regularmente instalada, na qual a renda é aplicada exclusivamente em prol da sociedade, por meio de serviços de natureza assistencial, com os fins a seguir expostos:

  • Formação cívica, moral, cultural, religiosa, artística, literária, científica do povo
  • Desenvolvimento projetos de natureza cultural, sócio-cultural, social, atuação em projetos de defesa do meio-ambiente, conservação e restauração de patrimônios históricos.

Para atingir suas finalidades deverá:

  • Observar os princípios da moralidade, legalidade impessoalidade, publicidade, economicidade e eficiência;
  • Adotar práticas de gestão administrativa necessárias para coibir a obtenção de forma individual ou coletiva, de benefícios ou vantagens pessoais, em decorrência da partição no respectivo processo decisório.

MISSÃO

“Promover a pessoa humana, contribuir para seu aprimoramento em consonância com suas necessidades integrando-a dignamente a sociedade”

VALORES

– Conduta ética e moral
– Comunicação clara e precisa relacionamento embasado no respeito na credibilidade
– Esforço comum de toda equipe
– Solidariedade
– Respeito humano
– Promoção da dignidade humana

VISÃO

“Construir cada vez mais de forma eficiente, mecanismos sociais, econômicos, pedagógicos que a permitirão ser conhecida nacionalmente por sua conduta ética, moral e social tornando referência regional e nacional”

Conservação e Restauro

Objetivo: Preservar a Igreja do Rosário e Capela do Pilar da cidade de Taubaté.

Aprendizagem profissional e cooperativas para geração de Renda

Objetivo: Capacitar profissional em vista da colocação no mercado de trabalho das conseqüentes cooperativas (cuidador de idosos, padaria, gráfica, reciclagem e monitoria).
Público alvo: adolescentes, jovens e adultos

Iconografia – manifestação da fé cristã da Arte

Objetivo: Possibilitar uma especial relação com o divino através de uma imagem, como um instrumento, um canal de comunicação. Trabalhar a experiência espiritual.
Público alvo: adolescente/jovens/adultos/especialistas/escolas
Realização: Galeria MASDE

Artes da Preservação de Patrimônio Cultural

Projeto: Recriando a Vida – Arte em Papel Machè/Customização.
Contato com a arte como forma de estimular a criatividade e o potencial inventivo dos usuários a partir do reaproveitamento e reutilização artesanal de materiais, tais como: papel, papelão, plástico, tecidos e móveis.
Objetivo: inclusão social e capacitação técnica
Público alvo: adulto e idoso ( 10 pessoas por períodos)
Realização: Catedral

Auxiliar de Conservação de Escultura em Madeira

Objetivo: inclusão social e capacitação técnica
Formação profissional nos ofícios e nas artes da preservação de patrimônio cultural de adolescentes e jovens, dos quais alguns já estão sendo encaminhados ao mercado de trabalho.
Realização: Senai e laboratório Fundjac/Mitra Diocesana
Atendemos: 16 jovens
O projeto contou com a parceria do SENAI e com as “empresas madrinhas”.

Projeto Taba Ybaté

Taba Ybaté nome da aldeia de índios Guaianás que originalmente habitavam na região onde se encontra o Largo do Chafariz e que possivelmente tenhado dado o nome à cidade de Taubaté.
O projeto tem por objetivo reunir em um documentário fotográfico, ao menos 60 personalidades que, em virtude de sua história pessoal, estejam ligadas à cidade.
Personalidades de todos os tipos, sejam artistas, profissionais liberais, comerciantes, políticos, escritores, jornalistas, músicos, cientistas e outros ligados a Taubaté.
PRIMEIRA ETAPA: Fotografias.
SEGUNDA ETAPA: Exposição com as fotos impressas em local público da cidade.
TERCEIRA ETAPA: Impressão do livro.
Motivação: A gratidão à cidade e seus cidadãos pelo acolhimento que lhe foi dado quando, em 1995 motivou o fotógrafo José Caetano, fundador da Agência STONE de produção fotográfica a fazer esse trabalho de cunho autoral.
Fim social: Além do registro histórico que se dará com a própria produção da exposição e do livro, 20% do lucro líquido obtido com a venda da primeira edição do livro e das fotos expostas será direcionado à Fundação Dom José Antônio do Couto.

Revitalização do Museu de Arte Sacra Dom Epaminondas – MASDE

Objetivo: Promover a divulgação e inclusão cultural e valorização do Patrimônio Cultural
Público alvo: adolescente, jovens, adultos, especialistas e escolas
Realização: MASDE

Formação Inicial e Continuada

MISSÃO
Resgatar valores dos jovens em situação de risco, dando-lhes oportunidade para construção de sua cidadania e de formação profissional nos ofícios e nas artes da preservação do patrimônio cultural, utilizando-se de Oficinas Experimentais.

OBJETIVOS GERAIS
Qualificar e capacitar técnicamente jovens para atuação no mercado por meio de cursos, oficinas e palestras sobre meio ambiente cultural (meio ambiente histórico), conservação, reabilitação, reconversão, restauração e gerenciamento de bens culturais e obras da construção civil.

Orquestra Jovem Dom Couto

Informações na Fundação Dom Couto.