Encontro das Pastorais Sociais

No dia 25 de agosto (sábado) das 7h30 até as 12h30 aconteceu na paróquia São João Bosco em Taubaté o encontro das pastorais sociais de nossa diocese. “Chamados a viver em comunhão” foi o tema central e “Membros de um só corpo em Cristo Jesus” (cf. 1Cor 12,12) foi o lema deste encontro promovido pelo Colegiado de Organismos e Pastorais Sociais (COPS).

A motivação para a realização deste encontro foi a de fortalecer a comunhão dentro de cada pastoral social, mas também entre as demais pastorais sociais em âmbito paroquial, de forania e enquanto diocese. O encontro iniciou com uma breve acolhida feita pelo Padre Gabriel Henrique de Castro (assessor do COPS) aos membros das pastorais sociais presentes (Criança, Saúde, Pessoa Idosa, Sobriedade e Carcerária), bem como aos membros do movimento Mãe Rainha, Sociedade São Vicente de Paulo (vicentinos) e também a responsável pela casa de acolhida Santa Teresa de Calcutá (Taubaté). Após este momento de acolhida fraterna, todos partilharam do lanche que trouxeram.

Em seguida, os presentes dirigiram-se a Igreja São João Bosco, sendo acolhidos fraternalmente pelo Padre Ricardo Luís Cassiano (pároco). Terminada as suas palavras, iniciou-se um momento de adoração ao Santíssimo Sacramento tendo como motivação principal este ano eleitoral que estamos vivendo. Ao longo da adoração, foram lidos e refletidos alguns trechos da cartilha de orientação política (“Os cristãos e as eleições 2018” – “Alegres por causa da esperança” (Rm 12,12) ) lançada pelo regional Sul 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Dentre os trechos lidos e refletidos neste momento de adoração ao Santíssimo Sacramento, destacam-se aqueles extraídos do discurso do Papa Francisco aos políticos latino-americanos do mês de dezembro de 2017. Após este momento, todos se dirigiram para o salão da paróquia São João Bosco para assim dar início a exposição sobre a temática central e do lema do encontro contando a assessoria do Padre Osmar Cavaca (administrador paroquial da paróquia Nossa Senhora das Dores – Jambeiro).

Em quatro tópicos principais, padre Osmar Cavaca desenvolveu a sua reflexão da seguinte maneira: 1. Significado bíblico da comunhão; 2. Igreja de Cristo e comunhão; 3. Comunhão como forma de ser da Igreja; 4. Comunhão como forma de agir da Igreja. Diante disso, constata-se que ninguém pode ser verdadeiramente cristão sem comunhão, aliás, sem esta não há comunhão. O conceito ‘comunhão’ é bem apropriado para expressar o núcleo profundo do mistério da Igreja, tendo sempre claro a comunhão vertical (com Deus) e a horizontal (com as pessoas).

Após esta exposição enriquecedora do padre Osmar Cavaca, contamos com a presença do Padre Leandro Alves de Souza (coordenador diocesano de Pastoral) que dirigiu algumas palavras aos presentes, fazendo também a leitura e uma breve explicação sobre as orientações pastorais de Dom Wilson sobre as eleições neste ano de 2018. Em seguida, aconteceu um trabalho em cinco grupos mesclando os membros das pastorais sociais com a seguinte indagação: “Como fortalecer a comunhão dentro de cada pastoral social e na relação com as demais em âmbito de paróquia, de forania e de diocese?”. Depois de alguns minutos de reflexão, os cinco representantes de cada grupo apresentaram em plenário as ideias partilhadas que, por sinal, serão discutidas em reunião com os coordenadores diocesanos que fazem parte do COPS para melhor pensar a viabilidade de serem aplicadas no planejamento do próximo ano. Em seguida, encerrou-se o encontro das pastorais sociais com uma breve oração e agradecendo aos presentes, bem como aos membros do COPS pela organização deste encontro e também a paróquia São João Bosco que muito bem nos acolheu.

Que o Bom Deus, por intercessão de Maria e de São Francisco das Chagas (padroeiro diocesano), continue nos abençoando em nossos trabalhos de evangelização enquanto pastorais sociais, sobretudo, aumentando a consciência e gestos concretos de que somos chamados a viver em comunhão.

Padre Gabriel Henrique de Castro – Assessor do COPS