Avaliação da Campanha da Fraternidade

De 17 a 19 de maio, o nosso regional Sul I esteve reunido em Indaiatuba-SP para avaliar a campanha da fraternidade 2013. Contando com uma expressiva representação das dioceses do Estado de São Paulo, o encontro foi muito frutuoso e pertinente. Os palestrantes abordaram temas relevantes à nossa juventude, sempre na perspectiva de acolher todos os jovens nesse tempo de mudança de época.

Sexta feira, na abertura dos trabalhos, contamos com a presença do Sr. Carlos Signorelli, que fez uma analise do nosso contexto atual, mostrando a repercussão desse mundo globalizado e individualista na vida de todos, principalmente na dos jovens. Uma sociedade que preza pelo consumo, vivendo uma verdadeira idolatria do EU.

Sábado na parte da manhã, padre Caio da arquidiocese de Campinas abordou o tema: Juventude e missionariedade. Reforçou a necessidade de uma catequese que eduque nossos jovens e crianças para uma ação missionária. Uma catequese comprometida com a vida, uma espiritualidade que envia em missão. Caso contrário, desenvolve-se uma espiritualidade intimista, focada somente no individual, não gerando comprometimento. Segundo o padre, “não há seguimento sem uma profunda experiência de Jesus. Não somos discípulos de um conjunto de normas e regras, mas sim de uma pessoa concreta, Jesus Cristo”.

No período da tarde, refletimos sobre a juventude e a sua relação com as mídias. Foi destacado que as redes sociais são um profícuo ambiente de evangelização dos nossos jovens. Podemos e devemos recorrer a esse mundo digital para anunciarmos a Boa nova do Ressuscitado.

Logo após, a reflexão girou em torno da juventude e políticas públicas, trabalho conduzido pelo jovem Rodrigo Crivelaro. Salientou que os jovens têm necessidades específicas, e por isso, devem ter políticas públicas voltadas para esse público. Destacou a importância da participação dos nossos jovens nos conselhos e demais ações voltadas para eles.

No período noturno, tivemos uma apresentação de Hip Hop com uma dupla da cidade de Guarulhos, mostrando que é possível evangelizar nossos jovens por meio da música, aproveitando dos vários estilos musicais para anunciar Jesus Cristo.

No domingo, logo após a santa missa, encerramos nossa avaliação apresentando os avanços e as dificuldades encontradas na realização da CF nas nossas dioceses e paróquias. Propomos ainda sugestões para a próxima campanha. Para concluir nosso encontro, tivemos um breve resumo da próxima temática da campanha, que tem como tema: Fraternidade e tráfico humano. Lema: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1).

Comente